3.4.07

Dom Quixote de La Mancha, o Cavaleiro da Triste Figura e seu fiel escudeiro Sancho Pança - quem diria - usando um GPS.

Um pai de um amigo meu contou-me que a cidade onde nasceu, no passado, fazia ligação com a capital apenas por uma trilha de tropeiros. Certo dia, ele foi até sua terra natal de helicoptero e, observando lá de cima o caminho, percebeu que era o mesmo utilizado no passado, a cavalo e pelas montanhas. Ele então perguntou ao piloto qual era aquele percurso. O piloto respondeu que era o mais curto, o caminho indicado pelo GPS. Os tropeiros de antigamente faziam o melhor percurso apenas utilizando de seus saberes, sem nenhuma tecnologia que hoje tanto usufruimos para nos guiar.
Pensando nisso tive a ideia deste cartum. Aproveitei o maior personagem do grande escritor espanhol nascido em Alcalá de Henares (Espanha), em 1547, e falecido em Madri no ano de 1616: Miguel de Cervantes y Saavedra.
Ps: o cartum, uma aguada de nanquim, é uma releitura de famoso desenho do também espanhol Pablo Picasso.

2 comentários:

belinha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
TRIANA disse...

saludos desde colombia, bueno cartuns

abraço colega